domingo, 24 de julho de 2011

Além das palavras

Nossa! Não sei nem por onde começar...
Tanto que demorei uma semana pra de fato sentar e fazer esta postagem.

É difícil, porque tenho que traduzir em palavras momentos e sentimentos que estão muito além delas. Mas, vamos lá...

Fui para a Comunidade Rosário - Marajó-PA, com uma equipe de 13 pessoas, saímos de Castanhal-PA no dia 14/07 e retornamos no dia 17/07.

Passamos quatro maravilhosos dias no Marajó. Isso, porque pudemos compartilhar e experimentar do amor de Deus ali. Pudemos ver Deus revelado a cada manhã e principalmente em cada pessoa que nos recebeu e acolheu e com as quais pudemos compartilhar a alegria de Jesus.

No início eu fiquei muito receosa, pelo fato de nunca ter feito algo assim, sei lá... sair para um lugar diferente do que estou acostumada, sem saber ao certo o que te espera... Aquela típica atitude nossa de querer saber o que vem depois, e não sabendo, ficar com medo... (bobagem... quando Deus está no controle, tudo é perfeito!). Ao mesmo tempo, eu me enchi de expectativas para o que Deus iria fazer. E nossaa!!!  Ele fez!

Tenho certeza que deixamos uma sementinha naquele lugar e me alegra saber e compreender que Deus em sua infinita graça e misericórdia nos usou para expressar o seu amor, porque jamais poderíamos fazer alguma coisa sem Ele.

Me empolga ver a simplicidade e naturalidade como o Senhor age.
Sabe, por isso gosto tanto de admirar as 'pequenas' coisas (sorrisos, a natureza, momentos, etc...), porque sinto que estas coisas revelam a grandeza do Criador, revelam o seu amor.

Naquele lugar pude ver Deus agindo nas pequenas coisas e falando através delas. Ele gerou em meu coração um amor novo e diferente. E foi bom demais ver que não é algo forçado ou que vem de nós, mas vem Dele e move-se por Ele. Isso é sobrenatural! 

Isso é o mover do Espírito Santo, é a 
realização de João 7:38, que diz: "Quem crer em mim, (...), do seu interior fluirão rios de de água viva". É como certa vez, alguém disse: "Não é algo que você precise forçar". Quando abrimos a porta de nossos corações o Espírito Santo vem e atua, e naturalmente coisas acontecem. 
Foi isso que aconteceu ali... 

Estive envolvida em atividades com as crianças e senti um amor tão intenso por elas, que não pode ser explicado, o coração palpitava quando estava com elas. A sinceridade e o amor em seus sorrisos eram contagiantes, não é pra menos que Jesus as amava tanto e nos disse para nos tornarmos como elas. 
Daí você diz: Ah... como não amar crianças, ainda mais quando elas sorriem pra você? O amor que senti por elas está além da receptividade delas para comigo. Vejo nelas os futuros jovens e adultos, (sei que isso é meio clichê, mas é real) e sei que o que acontece a elas hoje, terá grandes reflexos no futuro e provavelmente para toda sua vida. 
Nós costumamos dizer: "As crianças são a esperança, o futuro e tal", mas por vezes às ignoramos. Ignoramos seus medos, tratamos seus assuntos como bobagem, "coisa de criança" nós dizemos, e assim os clichês esperança e futuro são jogados ao vento todos os dias. Não cuidamos dos pequeninos, mas queremos uma nação melhor. Como?! A atitude, o caráter e a vida deles determinará o futuro, e estas coisas estão sendo moldadas agora. A questão é: Através de quais padrões?  

Compreendi com esta experiência que complicamos demais as coisas. Nos esforçamos demais para agradar a Deus e nos frustramos porque não somos capazes em nós mesmos. Não é o que podemos fazer por Ele, mas o que Ele fez por nós. 
Queremos muitas vezes fazer coisas para merecer o céu. Definitivamente, nós não o merecemos, mas é pela graça gerada através de Jesus que podemos alcançar a Deus. "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus, não por obras para que ninguém se glorie." Efésios 2:8-9.
Sei bem que o quanto já tentei lutar por minhas próprias forças para agradar a Deus e fazer sua vontade, mas hoje compreendo que preciso me entregar a Ele por inteiro, abrir meu coração e deixar que Ele faça em mim e através de mim. Quando nós permitimos o seu agir e o buscamos em oração e na leitura de sua Palavra, as demais coisas acontecem naturalmente.

A cada dia que passa eu compreendo que sirvo a um Deus que ama INCONDICIONALMENTE,  a um Deus simples e ao mesmo tempo grandioso, que deseja se relacionar com sua criação, nos tornar filhos e nos levar a um  relacionamento de intimidade com Ele. Um relacionamento onde não há medo ou interesse, mas um amor que nos move. É esse amor que me faz viver e que arde em meu peito.
Sei que ainda há muito o que aprender, muito mesmo. Sei também que esta jornada não está isenta de dores e dificuldades, até porque são as tribulações que nos fazem crescer e amadurecer. Mas eu continuo minha busca constante para descobrir mais sobre esse Deus tão impressionante e maravilhoso. E sigo me surpreendendo e vibrando a cada dia com cada nova descoberta.
Agradeço a Deus a oportunidade de poder ter ido a Comunidade Rosário doar um pouquinho de mim e ainda aprender tanto. Além de poder está ao lado de uma equipe maravilhosa, que amo de todo coração.



Ufaaa! Acabei... Olha que tentei resumir, hein...

Até a mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget