sábado, 1 de outubro de 2011

Estamos em obras

Eu tenho um gosto particular por objetos de vidro, especialmente garrafas com formas e cores singulares. Admiro o design e o modo como o vidro sendo tão firme e impermeável pôde tomar formas e cores tão distintas.
Já viu como esse processo se dar? 
Resumidamente, o vidro é aquecido em altas temperaturas até que se torne maleável e assim possa ser modificado como queira o fabricante.

Este é só um exemplo de transformações e processos de transformação. Poderia citar uma infinidade de outras coisas, mas o que quero mesmo dizer é que não podemos ser transformados se formos mantidos em um estado de constância. O que quero dizer é que para que tomemos formas singulares e de algum valor precisamos passar por momentos de instabilidade. 
O "super aquecimento", ou o "extremo frio" trazem consigo oportunidades valiosas. 

Sei bem que mudanças não são nada fáceis!  E eu nunca tive tanta certeza disso como agora.
As transformações mexem demais com nossa estrutura, assim como com o vidro. É um processo dolorido, passamos por situações limites.
Mas diferente dos materiais inanimados, nós temos uma escolha e isso depende de como enxergamos as circunstâncias:
Podemos ver as provações como uma ameaça as nossa estrutura estável, ou como uma oportunidade de crescimento e mudança.
São nesses momentos que descobrimos quem exatamente somos e podemos escolher enfrentar a mudança e nos tornar melhores ou fugir e conformar-se, acomodar-se. (Eu sou mesmo assim, eu nasci assim, Gabrieelaa! rsrsrs...) 

E melhores para quê? Isso pode parecer loucura dependendo do seu ponto de vista: Mas nos tornamos melhores para servir. Entenda, o ouro bruto não se torna um lindo anel para ser guardado, mas para servir à alguém. O valor está em poder ser útil a outros, em poder contribuir e ajudar outro em sua jornada e deixar que Deus o use em seus propósitos. Porque "Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, nem mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam." Rm. 2:9.
Quando permitimos ser moldados por Deus, deixamos de ser suficientes em nós mesmos e passamos a depender Dele. Isto não é um processo nada fácil como eu já disse, mas acredite vale muiito a pena.
Nesse processo, deixamos nosso orgulho de lado para entender que Deus é quem nos transforma e que precisamos Dele mais que tudo e que nada tem valor sem o seu toque.

Há um versículo que é meu favorito e em momentos críticos ele me vem a cabeça: "Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, do que foram chamados de acordo com o seu propósito" Rm. 8:28 . Nem sempre é fácil crê nisto em meio a turbulentas circunstâncias, mas eu escolhi não olhar as circunstâncias e crê para ver a grandiosa obra que Deus quer realizar em mim e ao meu redor.

Agora, você pode olhar para as circunstâncias, ficar se lamentando, afundar em murmurações e continuar o mesmo. Ou pode olhar para cima e crê que existe um Deus que nos permite passar por provações para que cresçamos Nele, e permitir que Ele molde o seu caráter e o leve a lugares mais altos, além das tempestades. A escolha é sua.

"Há algumas de suas virtudes que nunca seriam descobertas se não fossem as provações que você experimentou" Charles Haddon Spurgeon

Até mais!

2 comentários:

  1. Texto lindo Quézia, e é verdade precisamos passar pela prova para sermos moldados por Deus, as lutas e tribulações vem para o aprendizado, fortalecimento e crescimento espiritual, confesso que esses ultimos anos tenho passado por experiência com o Senhor que tenho certeza q poucos cristãos gostariam de viver, contudo louvo a Deus por isso porque o que aprendi mudou minha visão espiritual e sei que servirá no tempo de Deus para aquilo q Ele está me peeparando e com certeza servirá tbm para orientar e ajudar outras pessoas q o Senhor colocar em meu caminho.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Hellane. Apesar das dificuldades no final tudo vale muito a pena. Seja para nós mesmos seja para ajudar outros. A princípio é difícil entender, mas precisamos confiar e no fim - ainda que através de perdas - todo mundo ganha!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget